×
Logomarca

“A grande reforma do Brasil será do eleitor’, diz Correio

por Mariano Maciel 19 de novembro de 2017

Seguro morreu de velho

A pré-candidatura de Manoela D’Àvila à presidência da República, apresentada oficialmente neste final de semana, no Congresso do PCdoB, em Brasília, tem por objetivo  estancar as pressões para que os comunistas fechem logo apoio a um candidato.

* A ordem é ficar numa posição mais confortável para aguardar a evolução da conjuntura. A política está de um jeito que nem o PCdoB, que sempre apoiou o PT, se mostra disposto a fechar logo  com o antigo aliado.

Permaneceram em Brasília     

Da bancada do Acre, só os deputados Moisés Diniz e Jéssica Sales permaneceram em Brasília durante a semana do feriadão da Proclamação da República. Jéssica peregrinou novamente pelos ministérios em busca de recursos para os municípios acreanos com resultados satisfatórios.

* Moisés Diniz participou do 14º Congresso do PCdoB e hipotecou apoio à pré-candidatura  de Manoela D’Àvila ao Palácio do Planalto.

Reforma da Previdência I

O PSDB quer fechar a próxima semana com uma nota da bancada na Câmara em prol da reforma da Previdência. O partido quer retomar o discurso da responsabilidade fiscal e do equilíbrio das contas, fundamentais para a garantia dos direitos sociais.

* A intenção é ver se essa postura ajuda a conter a divisão interna.

Reforma da Previdência II

Mal o presidente Michel Temer começou a chamar os líderes partidários para defender a reforma da Previdência, o peemedebista Renan Calheiros foi o Twitter “esculhambar” a proposta. Há quem jure que, passada eleição, ele buscará abrigo em outro partido para chamar de seu.

Matéria de capa

O Correio Braziliense, jornal de maior circulação de Brasília, traz excelente reportagem de capa nesta final de semana: “A grande reforma do Brasil será do eleitor”. De acordo com matéria, a agressividade de políticos, as tentativas de antecipação da campanha e os abusos nas redes sociais mostram o tamanho do desafio que a Justiça Eleitoral terá que enfrentar em 2018.

Candidaturas pendentes

Tem gente apostando que Marina Silva vai procurar o PDT de Ciro Gomes para uma conversa com vistas à eleição presidencial; e que o apresentador Luciano Huck corre o risco de inviabilizar sua candidatura ao comentar que definirá a vida política somente no em abril.

* Marina teria percebido que sozinha não ganha eleição. E sobre Huck, os partidos querem dar uma arrumada desde já no sentido de arrumar aliados antes da troca, troca de partidos em março.

Novos ministros  

Michel Temer deve tirar do papel, nas próximas semanas, a reforma ministerial. Ele já comunicou a interlocutores no Congresso sobre a intenção de redistribuir cargos. Com as mudanças, o PSDB deve perder espaço, enquanto PMDB e PP podem ganhar novas cadeiras.

Frase

“Ninguém pode pedir votos neste momento” – Romeu Gonzaga Neiva, presidente do TRE-DF.

Comentários

O Portal Direto do Planalto informa aos seus leitores que não se responsabiliza pelas consequências jurídicas sobre as opiniões divulgadas nos campos de comentários, e que as postagens de conteúdo ofensivos serão excluídos da página.

Coluna do Mariano

Mariano Maciel

PERFIL: Acreano, Mariano Maciel é jornalista (Reg. Prof. 05/DRT-AC), ex-locutor da Rádio Nacional de Cruzeiro do Sul (Radiobrás), vencedor do 1º Prêmio de Jornalismo José Chalub Leite, atualmente é um dos diretores do Portal Direto do Planalto e correspondente do Acre em Brasília.