×
Logomarca

Dodge pede prisão domiciliar para mãe de Geddel e recolhimento noturno para Lucio Vieira Lima

por Mariano Maciel 5 de dezembro de 2017
A procuradora-geral da República, Raquel Dodge, pediu ao Supremo Tribunal Federal (STF) que seja decretada prisão domiciliar para Marluce Vieira Lima, mãe do ex-ministro Geddel Vieira Lima (PMDB) e do deputado Lucio Vieira Lima (PMDB-BA). No caso do deputado, Dodge pediu que a Corte acolha pedido de recolhimento noturno. Marluce, que tem 79 anos, foi denunciada, junto com os filhos, pelo Ministério Público Federal (MPF) no caso do bunker de R$ 51 milhões.

De acordo com a denúncia, de 2010 até 5 de setembro deste ano, Marluce e os filhos cometeram crimes de ocultação da origem, localização, disposição, movimentação e propriedade das cifras milionárias em dinheiro vivo. A mãe de Lucio e Geddel escondia dinheiro em um closet de sua casa, até janeiro do ano passado. Após essa data, Dodge afirma que R$ 42 milhões e cerca de U$ 2,5 milhões foram transferidos para um apartamento no bairro da Graça, em Salvador.

<< Leia íntegra da decisão

 

Comentários

O Portal Direto do Planalto informa aos seus leitores que não se responsabiliza pelas consequências jurídicas sobre as opiniões divulgadas nos campos de comentários, e que as postagens de conteúdo ofensivos serão excluídos da página.