×
Logomarca

Está chegando a temporada de “tapinhas no ombro e de frases de efeito na TV”

por Mariano Maciel 8 de outubro de 2017

Não se iluda   

Está chegando a temporada de “tapinhas no ombro” e de frases de efeito no rádio, televisão e nas redes sociais para enganar, mais uma vez, o eleitor.

Campanha

Lideres do PT na Câmara e no Senado divulgaram nota conjunta para criticar dois vetos assinados pelo presidente Michel Temer, no texto da reforma política e prometem lutar juntos com outros partidos para derrubá-los.

* Em resumo, diz a nota, os vetos de Temer ao autofinanciamento de campanhas e de doações  privilegiam candidatos com proximidade ao grande capital, ou que tenham grandes fortunas.

Efeito Bolsonaro

Grande surpresa, até o momento, nas pesquisas de intenção de voto, o deputado Jair Bolsonaro (PSC-RJ) sequer sabe por qual partido disputará as eleições do ano que vem

* O PEN já lhe ofereceu a legenda, mas Bolsonaro adia a decisão.

Busca frenética de recursos

A concorrida reunião da bancada acreana com os prefeitos e instituições, na semana passada, em Brasília, para definir emendas se deve à proximidade de um ano eleitoral e, consequentemente, o período de campanha para quem aposta em obras de última hora e de impacto para favorecer partidos e candidatos.

A volta da censura

Entidades como ANJ (Associação Nacional de Jornais), ABI (Associação Brasileira de Imprensa) e Abraji (Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo) criticaram a emenda aprovada pelo Congresso que permitiria a censura. Ainda bem, que o presidente Temer vetou. A medida, incluída na reforma política, obrigava sites a suspender, sem decisão judicial, a publicação de conteúdo denunciado como “discurso de ódio, disseminação de informações falsas ou ofensa em desfavor de partido ou candidato”. A denúncia poderia ser feita por qualquer usuário de internet ou rede social.

* Para a ANJ, que repudiou a iniciativa em nota conjunta com a Abert (Associação Brasileira de Emissoras de Rádio e Televisão) e a Aner (Associação Nacional de Editores de Revistas), “a medida aprovada pelo Congresso é claramente inconstitucional, por se tratar de censura”.

Enquanto isso…

Mas, o “fundão bilionário” de R$ 2 bi, por meio de recursos públicos, para o financiamento de campanhas eleitorais, a partir do próximo ano, permaneceu.

Dúvida

O feriado de quinta-feira deve esvaziar parcialmente a Câmara e o Senado nesta semana. Por isso, é uma incógnita a tramitação da denúncia contra o presidente Temer na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ).

Frase

“Vetos de Temer à censura imposta pelos deputados às redes sociais foi vista como resultado da pressão popular. Se pressão popular mexesse com os políticos, o Congresso estaria vazio” – de Eduardo de Paula, leitor do Correio Braziliense.

Comentários

O Portal Direto do Planalto informa aos seus leitores que não se responsabiliza pelas consequências jurídicas sobre as opiniões divulgadas nos campos de comentários, e que as postagens de conteúdo ofensivos serão excluídos da página.

Coluna do Mariano

Mariano Maciel

PERFIL: Acreano, Mariano Maciel é jornalista (Reg. Prof. 05/DRT-AC), ex-locutor da Rádio Nacional de Cruzeiro do Sul (Radiobrás), vencedor do 1º Prêmio de Jornalismo José Chalub Leite, atualmente é um dos diretores do Portal Direto do Planalto e correspondente do Acre em Brasília.