×
Logomarca

Sete dos 22 municípios do Acre iniciam 2018 em situação de inadimplência junto ao governo Federal

por Mariano Maciel 31 de dezembro de 2017

Desencanto

A descrença na política e a decepção com os políticos tradicionais beneficiam pré-candidaturas à corrida pelo Planalto como a do deputado Jair Bolsonaro. Álvaro Dias (Podemos), Manoela D’Àvila (PCdoB) e Rodrigo Maia (DEM) estão na briga.

Bloco na rua      

Lula puxa a bateria do PT, mas corre o risco de ser barrado pela Justiça antes mesmo de a folia começar. Alckmin tenta unir o PSDB. Meireles pode ceder a vez a Temer e Marina Silva acha que chegou a vez dela.

Ressarcimento de gastos com remédios  

Um exemplo que deveria ser seguido. A Assembleia Legislativa de São Paulo aprovou o projeto de lei que garante ressarcimento de gastos com medicamentos e exames na rede particular quando o sistema público de saúde do Estado não tiver capacidade de suprir o acesso imediato a tais remédios e procedimentos.

Inadimplência

Sete dos 22 municípios do Acre iniciam o ao de 2018 em situação de inadimplência junto ao Governo Federal. São eles: Xapurí, Senador Guiomard, Santa Rosa do Purus, Jordão, Capixaba, Bujarí e Assis Brasil.

* Isso significa que esses municípios ficam impossibilitados de contrair empréstimos,   liberar emendas parlamentares e recursos extraorçamentários, e adquirir programas federais, até que o problema seja solucionado pelas prefeituras. (Fonte: Tesouro Nacional).

Rapidez

Corte julga caso de Lula com a rapidez de ações mais simples. Apesar da tramitação rápida, o recurso de Lula não é o mais célere da Lava Jato no TRF-4. Em 2015, a apelação do ex-diretor da Petrobras, Nestor Cerveró, foi analisada em 138 dias.

* Em 2018, o processo mais rápido é o que diminuiu a pena do ex-deputado Eduardo Cunha. Correu em 173 dias.

Prisão de policiais

Desembargador Claudio Santos, do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte, determinou neste domingo (31) que os comandantes da Polícia Militar, do Corpo de Bombeiros Militar e da Polícia Civil do Estado efetuem a prisão em flagrante dos integrantes da segurança pública que promovam, incentivem ou colaborem para a continuação da greve de policiais.

Tira as letrinhas     

A iniciativa de várias legendas de mudar os nomes, especialmente, retirando a palavra “partido” ainda não surtiu efeito. As sopas de letrinhas foram substituídas por palavras de motivação como Podemos, Avante e Novo, mas as legendas precisarão mostrar muito mais que isso para convencer o eleitor de que, a partir de agora, o foco é fazer uma nova política.

Frase

“Feliz 2018 aos nossos leitores!”

 

 

 

 

 

Comentários

O Portal Direto do Planalto informa aos seus leitores que não se responsabiliza pelas consequências jurídicas sobre as opiniões divulgadas nos campos de comentários, e que as postagens de conteúdo ofensivos serão excluídos da página.

Coluna do Mariano

Mariano Maciel

PERFIL: Acreano, Mariano Maciel é jornalista (Reg. Prof. 05/DRT-AC), ex-locutor da Rádio Nacional de Cruzeiro do Sul (Radiobrás), vencedor do 1º Prêmio de Jornalismo José Chalub Leite, atualmente é um dos diretores do Portal Direto do Planalto e correspondente do Acre em Brasília.